domingo, março 11, 2007

Eu até queria ser boa pessoa, mas...

A minha hóspede não convidada chegou hoje às 5h30 da manhã, vinda da terra do frio. Eu, que já andava com a consciência pesada por ser tão má e não a querer cá (mas que mal é que tem, afinal vives sozinha para quê, a rapariga até é estudante, tem pouco dinheiro, também gostavas que te fizessem o mesmo e tal), limpei a casa toda, fiz compras, adiei uma ida ao cinema, imaginei que conversas podia ter com ela para não haver aqueles momentos mortos, arranjei uma cópia da chave de casa. Enfim, respirei fundo e resolvi ser uma anfitriã em condições. Afinal, eu já tinha avisado que só a podia ter cá "a couple of days", por isso ela não se tornaria um fardo.
Tudo corria bem, apesar da rapariga me ter partido um prato logo de manhã... até ao momento em que ela, ao pequeno-almoço, me diz: "Hoje vou passar o dia na praia!". Excuse me?! Não é suposto pores-te a procurar sítio para ficar? (Claro que eu não disse, só pensei. Mas, se calhar, devia mesmo ter dito). Ser domingo não é desculpa, porque aqui está tudo aberto, é o equivalente à nossa segunda-feira. Haja lata!
Prevê-se, portanto, mais uma semana bem tensa.

5 comentários:

Pedro Correia disse...

Boa sorte! Beijo

Isabel disse...

Põe uma vassoura ao contrário atrás da porta. Parece que resulta para visitas indesejadas.

Furão disse...

Estou a um oceano de distância de ti e mesmo assim consigo sentir tua ira...

Hei de lembrar-me, nunca pedir hospedagem para você... Compania, sim, hospedagem, não.

Susaninha disse...

Aí reside a grande diferença entre os amigos e os outros: os amigos podem pedir tudo. Podem pedir só hospedagem, que eu darei a companhia de bonus!
Serás sempre bem-vindo!

Furão disse...

Devo admitir que não consigo pensar em uma resposta tão ou mais bonito quanto essa que vc me deu.


Obrigado.
:)