sexta-feira, dezembro 08, 2006

Tengo la camisa negra porque negra tengo el alma

O mundo é demasiado injusto.
Em continuação do post Começou a síndrome do compromisso e em protesto pela situação nele descrita, estou de greve.

2 comentários:

Filipa disse...

greve? mas isso não é muito drástico? e os festejos do 22 de dezembro?

Susaninha disse...

Dada a falta de espécimes masculinos disponíveis por estes lados e o facto de ser a minha mãe a ir buscar-me ao aeroporto e não os dois cavalheiros que tão generosamente se voluntariaram para tal, parece-me que no dia 22 terei que deixar os festejos por minha conta.