quarta-feira, dezembro 13, 2006

O que eu quero pró Natal V



LIVROS LIVROS LIVROS LIVROS
Israel é a parvónia do consumo, onde não há uma livraria verdadeiramente digna desse nome. Não sei o que se passa no universo livreiro, quais as novidades, quais as novas edições, nada. Bem sei que existe a internet e que se eu não sei é porque não quero. Mas comprar um livro exige um certo ritual. É preciso entrar numa livraria, ver as prateleiras cheias de livros, sentir a textura da capa, o cheiro do papel, ler algumas passagens, fica indecisa com tanta escolha, pensar que os livros estão cada vez mais caros... e, finalmente, abrir a carteira e pagar, com a certeza de que, embora caro, é um bom investimento.
E também sinto que estou a perder estrutura de pensamento, faz-me falta a universidade. Os cursos universitários podem ter muitas falhas, mas o facto é que nos põem em contacto com boas obras e aajudam a estruturar as ideias.
São bem-vindas todas as sugestões de bons livros, aqueles que nos agarram durante dias e que nos aconchegam a alma quando chegam ao fim. E também serão bem recebidos os livros que quiserem enviar pelo correio, para a Terra Santa ou para a Santa Terrinha.

10 comentários:

Mauro disse...

Ora então aqui vão as minhas sugestões: "Se Isto é Um Homem" (Autor: Primo Levi); "Patagónia Express" (Autor: Luís Sepúlveda); "Baia dos Tigres"(Pedro Rosa Mendes;

JÚLIO SILVA CUNHA disse...

Israel tem hábitos de leitura bem superiores aos Portugueses, encontrando-se entre os mais altos do mundo. De facto não percebi o início de post...parece que andas por zonas de Tel Aviv pouco recomendadas!
O que não faltam é livrarias em Israel...em Ivrit, pois, talvez seja esse o problema!

Susaninha disse...

Mauro, obrigada pelas sugestões!
Júlio, não há livrarias DIGNAS desse nome. Vivo na melhor zona de Tel Aviv e continuo a dizer que não há nada de jeito. É bem verdade que estar tudo numa língua que eu não entendo não ajuda, mas já estive noutros países cujo idioma que passava ao lado e mesmo assim as livrarias davam gosto.
Tel Aviv tem muitas coisas boas, mas livrarias não são uma delas.

Ricardo Sebastião disse...

http://www.amazon.co.uk/Death-Vienna-Daniel-Silva/dp/0141019085/sr=8-3/qid=1166098360/ref=pd_ka_3/203-2118927-9483945?ie=UTF8&s=books

Morte em Viena por Daniel Silva: romance policial sem grandes pretensões que acabei de ler mas que se calhar vos interessa: fala da perseguição fictícia a um dos últimos altos oficiais do regime nazi pelos serviços secretos israelitas e das memórias reprimidas do holocausto

Filipa disse...

Sugestões, sugestões, sugestões tenho muitas:)... ali o se isto é um homem e o patagónia express tenho lá em casa, posso emprestar-tos agora quando vieres cá. Dá uma vista de olhos à minha lista lá no blog do que tenho andado a ler e diz se algo te interessa... e já agora, porque não te juntas ao bookcrossing? (não me lembro do endereço, é melhor googlares)

agora quanto a isso das livrarias... como te percebo! O prazer de entrar numa boa livraria, de andar por lá a vasculhar, a ler contracapas, a sentir as texturas, o volume, o cheiro... ai:)

Caroli disse...

Hummm.. Não posso dizer que tenha tido essa experiência muitas vezes.. eu é mais "mãe dá-me um livro dos teus". Não... não pensem que nem um livro sei escolher!! Tenho é quase uma livraria em casa onde é impossivel encontrar "o" livro que se procura..:P Mas se quiseres pergunto à minha conselheira que domina as prateleiras.. E informo-te antes da chegada do gordo barbudo. Ela terá bons conselhos para ti, eu nao porque os que gostei mais já leste de certeza.
E tenho dito!

JÚLIO SILVA CUNHA disse...

Gostei de saber, que VIVES NA MELHOR ZONA DE TEL AVIV...é sempre bom saber, que os meus impostos geram algum conforto a um compatriota, algures no Médio Oriente!
J.

Susaninha disse...

Mas será que tu tens que pegar por tudo?! Vivo naquela que considero a melhor zona de Tel Aviv em termos de lojas e bom ambiente. Que raios!!!
E olha quem dera a todos os contribuintes que o dinheiro dos impostos deles fosse para pagar salários (sem subsídios) a funcionários como eu. Andava o país bem melhor...

JÚLIO SILVA CUNHA disse...

Conceito susaniano de "melhor zona": LOJAS!!!!!!!

J.

Susaninha disse...

Mas alguma coisa no mundo para além de lojas?
Não percebo...