terça-feira, dezembro 12, 2006

Francesices (actualizado)

Para não sucumbir à dominação cultural anglo-saxónica, os franceses inventaram o ordinateur para substituir o computer, o baladeur para o walkman e a mondialisation para a globalisation.
No entanto, insistem em dizer Shoah em vez de Holocausto e Tsahal em vez de exército israelita.
E já agora: é só aqui na Terra Sancta ou aí na Europa (e por todos que por esse mundo fora me lêem, que hoje até já tive uma visita da Líbia) o novo canal France24 também dá sempre em inglês? É que inglês por inglês, fico-me pela BBC.

5 comentários:

Anónimo disse...

Atenção ao latim :)

A forma correcta é "Terra Sancta".

"Terrae" é a forma do genitivo singular, dativo singular ou nominativo plural.

Susaninha disse...

Caro anónimo,
Já corrigido, se bem que isto de confiar em anónimos tem muito que se lhe diga.
Eu não percebo nada de latim, mas olhe que é terrae que eu tenho visto escrito por aqui.

Gaius Iulius Caesar disse...

Se não confia em mim pode sempre dar uma vista de olhos à Wikipedia: http://en.wikipedia.org/wiki/Holy_Land

"Terra Sancta" = Terra Santa

"Terrae Sanctae" = Terras Santas, da Terra Santa, à Terra Santa

Por exemplo, "descriptio Terrae Sanctae" = descrição da Terra Santa

A pista é olhar para as terminações. Ou acaba tudo em -ae ou tudo em -a, o substantivo em -ae e o adjectivo em -a é que não :)

E já chega de latim que se torna maçador e não tarda nada a menina manda-me dar uma volta ;)

Susaninha disse...

As coisas que eu aprendo!
Obrigada pela correcção, pela aula e por ter deixado de ser anónimo!
:)

Ricardo Sebastião disse...

pois eu francês por inglês prefiro o inglês ;)