sexta-feira, dezembro 01, 2006

Dores, muitas dores

nos músculos da cara e da barriga depois de ter visto o Borat! Já não me ria assim desde um espectáculo do Pedro Tochas há uns anos.
Infelizmente não percebi nada das partes naquela língua esquisita, por isso tenho que ver o filme outra vez em Portugal (oh, que chatice!).
Alguém dizia no outro dia que não era o Cazaquistão que devia ficar ofendido com o filme, mas sim os EUA. Concordo.
Um grande bem-haja ao humor politicamente incorrecto, porque já não há paciência para piadas bem-comportadas. Porque o importante não serão tanto os comentários racistas, homofóbicos, antisemitas e machistas de Borat, mas a reacção (ou a falta dela) das pessoas do filme a esses comentários. Afinal tudo parece valer, desde que não se brinque com o hino americano.

4 comentários:

gui disse...

E eu alinho nessa ida ao cinema... Aqui por casa tambem ja me disseram que o filme vale a pena! See you ssoooonnn.. :)

Filipa disse...

vale mesmo a pena:D até merece repetições...

Susaninha disse...

É de tal modo bom que eu já vi vezes sem conta os videos no YouTube!

Marta disse...

Susana e não é que aquela língua esquisita é mesmo HEBRAICO?!