domingo, dezembro 24, 2006

Santa Claus is coming to town

Depois de uma viagem um tanto atribulada e pouco dormida, cá estou pronta a desejar um Feliz Natal a todos, mesmo aqueles que não gostam de Natal. Nas minhas deambulações na blogosfera, descobri que há muita gente, mas mesmo muita gente, que não gosta do Natal. Não percebo. Talvez olhem para a época e não vejam o mesmo que eu vejo.
Há quem ache irritantes as canções de Natal, repetidas em todo o lado. Eu oiço músicas cantadas por algumas das melhores vozes do mundo, apenas ouvidas nesta altura e não mais repetidas que qualquer hit da Shakira.
Há quem não goste da obrigação de dar presentes, da correria para os comprar... e o prazer de oferecer uma prenda escolhida com carinho e cuidado? Eu gosto de fazer compras de Natal, mesmo que isso implique algumas dores de cabeça. Haverá melhor aspirina do que a reacção das pessoas ao abrir o embrulho?
Há quem reclame dos postais de Natal e das sms. E que tal enviar só mesmo a quem interessa e escrever algo personalizado?
Gosto dos doces de Natal que só se comem nesta altura, dos sonhos de abóbora da minha avó, do leite creme da minha tia, dos profiteroles da minha mãe.
Gosto de passear com a minha mãe e a minha tia na Baixa no dia 24.
Gosto da confusão cá de casa, ainda por cima agora até há um cão na família para compôr a fotografia. Gosto da cara de felicidade do meu avô por ver toda a gente cá em casa e a minha avó a reclamar que "isto dá sempre uma trabalheira e para que é isto todos os anos". Gosto de cantar as canções de Natal na sala (não se preocupem, eu não tenho uma daquelas famílias perfeitas, onde todos cantam à volta do piano. Canto eu, sozinha e desafinada, com o meu primo a rir à gargalhada e a minha mãe a perguntar-se "o que é que eu fiz para merecer isto"). Gosto de ligar ao meu pai e aos meus outros avós e ter que falar aos berros por causa da falta de rede e do barulho.
Gosto do vermelho, do verde e do dourado. Da montanha de presentes debaixo da árvore. Gosto das luzinhas de Natal das ruas e dos centros comerciais. Gosto da programação de Natal (se os James Bond são repetidos 3 vezes por ano na sic, porque é que o E.T. e o Música no Coração não podem dar uma vez?). Gosto da toalha de Natal que só sai da gaveta nesta altura. Gosto de me sentar no chão da sala a embrulhar as prendas compradas no hipermercado.
Sim, eu sou feliz no Natal.

2 comentários:

Filipa disse...

espero que o Natal tenha correspondido a todas as expectativas!! eu fiz equipa no monopolio com o meu primo de 6 anos:)

gui disse...

:)oh, susaninha... Eu sou umas dessas pessoas que nao gostam do Natal.. Mas nao posso deixar de confessar que ao longo destes anos o teu espirito foi me contagiando e assim este ano vim cheia de vontade de partilhar presentes, comer mil doces e ficar horas a ver filmes.. Ate dei por mim a cantar musicas de Natal no Centro Comercial!!