quinta-feira, novembro 23, 2006

Vou tornar-me uma pessoa séria

Tomei uma decisão importante na vida: quero um namorado. Um namorado, um marido, uma relação a longo prazo, o que queiram chamar. Não, não enlouqueci. O facto é que os casais têm uma vida sexual muito mais frequente que os solteiros. É verdade que quem é livre tem uma vida menos rotineira, experimenta mais (ou não), tem histórias mirabulantes (eu que o diga!), mas atravessa inevitavelmente períodos de seca, sejam eles maiores ou menores.
E um fuckbuddy não é solução.
Eu não estou para isso. Faz mal à saúde. A minha pele ressente-se, fica macilenta. Nããã... Vou arranjar um moçoilo, bom rapaz e competente. Sim, porque se é a longo prazo não posso andar com um trapalhão. Vou investigar as possibilidades.
P.S.: Convinha-me encontrar alguém antes de dia 22 de Dezembro para poder contribuir para a paz mundial, não estivesse eu numa zona tão problemática. Eu só não sei é quem teve a ideia de escolher logo o dia em que viajo para Portugal. Mas sempre dizem que um orgasmo num avião é mais intenso...e a viagem é tão longa e aborrecida...huuummmm...

19 comentários:

francisco luís meireles disse...

Não dá para esperar aterrar em solo nacional? Se assim for lá estarei no aeroporto com um cartaz dizendo: "O teu alguém..."

Susaninha disse...

Eu não sei se isso resolve o meu problema, que é a regularidade, mas prometo que vou pensar na proposta com muita atenção.

francisco luís meireles disse...

Aguardarei ansioso pela resolução!
Uma questão: a que aeroporto terei que me delocar?

francisco luís meireles disse...

Corrijo: deslocar!!!
(foi da ansiedade)

Susaninha disse...

Chego a Lisboa e de manhã bem cedo. Vai precisa muita convicção para lá estar.

francisco luís meireles disse...

Por motivos vários, não posso dar desde já a certeza da minha presença.
Mas garanto que tudo farei para que ela se concretize, nomeadamente percorrer os cerca de de 300km que me separam da capital.
Não gosto muito de tratar as pessoas por você, por isso tenho vindo a tratar-te por tu, espero que não te importes...
E quando dizes muito cedo, o que é muito cedo para ti?

Susaninha disse...

Muito cedo para quem tem que percorrer 300 km.

francisco luís meireles disse...

Parece-me que a minha loucura não te contaminou...
Pena...
Se entretanto mudares de ideias, avisa.
Beijo

Susaninha disse...

Então?!
Eu preciso de tempo para analisar a proposta!
E os horários dos aviões estão sempre a mudar. Só dá para ter certezas na véspera.
;-)

francisco luís meireles disse...

Desculpa se interpretei mal a tua resposta anterior...
Aguardarei então pelas devidas evoluções!
Beijo

Guilherme disse...

Ok Francisco tens um concorrente.
Eu tenho a vantagem de viver em Lisboa.
Tens que te esforçar mais:)

Susaninha disse...

Mas está tudo doido? Quem me vai buscar é a minha mãezinha!

francisco luís meireles disse...

Guilherme:


Ao que parece a concorrência da mãezinha é demasiado forte para ambos mas de qualquer forma não me quer parecer que o facto de ser mais fácil para ti, seja realmente uma vantagem. Mesmo sem a conhecer de facto, não me aprece que a Susana seja de coisas fáceis... Mas quem sou eu para decidir isso.

Podemos sempre recorrer ao velho método do duelo ao amanhecer, no parque do aeroporto...

JÚLIO SILVA CUNHA disse...

Mas anda toda a gente atrás da "Diplomata"!
j.

Susaninha disse...

Eu até diria que têm todos que acalmar um bocado, mas confesso que um duelo no estacionamento do aeroporto, tipo Bridget Jones, teria alguma piada.

alf disse...

quando quiseres descer a ashkelon...

Susaninha disse...

Ora vamos lá a acabar com isto que o meu blog não é nenhum bar de engate!
E o direito a ter confiança comigo é só para aqueles que já a conquistaram.

Anónimo disse...

Um namorado israelita também eu queria... ai ai, aqueles soldados do Tzahal, com barba de três dias e uniforme verdinho. Mas também me contentava assim com um Yehuda Levi... *suspiros*

Susaninha disse...

Pelo que me chegou, alguns se sentiram afectados pelo meu último comentário. Obviamente, a "carapuça" não era para todos e eu espero ansiosamente pelo duelo.
:-)