quarta-feira, janeiro 10, 2007

Hoje estive aqui

O primeiro aniversário foi comemorado em grande. Fiz várias coisas interessantes: fui a Jerusalém, vi o muro/cerca/barreira de separação, vi a Jordânia à distância e andei na estrada 443. Nada que não tivesse feito antes, mas para dia de comemoração foi bastante bom. Eu vou falar de tudo isto, mas em posts diferentes para não aborrecer ninguém, incluindo eu própria.
Hoje vi o muro, esse que está aí em cima. O muro/cerca/barreira de separação (dependendo da parte de que se fala) está a ser construído por Israel para separar o seu território do palestiniano, por motivos de segurança. Independentemente de se ser a favor ou contra o muro, (ou melhor, o seu traçado, pois é este o motivo da polémica), é impossível não reconhecer que os seus 8,25 metros de altura são esmagadores. Já vi o muro de todas as maneiras. De perto, como se vê na foto. De longe, a serpentear as colinas da Cisjordânia. Do lado israelita. Do lado palestiniano. É, sem dúvida, um dos símbolos do conflito. É o reconhecimento do fracasso do diálogo. Mas haverá outro meio que não o diálogo e a negociação?

4 comentários:

JÚLIO SILVA CUNHA disse...

Sim, existe outro meio~.
Munições M16 qb!
j.

Susaninha disse...

Mesmo sendo uma piada (outra coisa não me passa pela cabeça), não sei se será muito boa.

Mauro disse...

O não diálogo não leva a lado nenhum, depois de ter caído o Muro de Berlim pensava eu que o diálogo iria imperar nas conversações!!! Enganei-me e bem!
Já agora aproveito para informar do lançamento do meu novo blog: www.paiausentepaipresente.blogspot.com

Susaninha disse...

Mauro,
a História é, por vezes, um repetir de erros.
O teu blog já está ali nas Outras Missões.
;)