sábado, maio 05, 2007

Feminismos distorcidos

Anda uma pessoa durante meses a tentar tornar um viking embrutecido num cavalheiro e basta ele voltar para a escandinávia para o trabalho ir todo por água abaixo. Quem é que terá convencido as feministas nórdicas que cavalheirismo é uma forma de dominação masculina?
Os homens devem deixar passar as senhoras, segurar-lhes a porta, carregar-lhes os sacos. É educação, não machismo. Coitadinhos, depois eles andam confusos e não sabem como tratar uma mulher.

3 comentários:

Filipa disse...

Realmente parece que falas verdade... o Thorodd também mencionou o assunto nos dias que por cá esteve.
A minha dúvida é o que chamar a essa educação quando é usada, por exemplo, para segurar a porta a um velhote de bengala? Condescendência?

Susaninha disse...

Presumo que se fôr um velhote, eles seguram a porta por uma questão de boa educação e respeito pelos mais velhos (acho que nunca ouvi ninguém pregar a igualdade de idades). Já se fôr uma velhota, leva com a porta na cara porque senão é machismo.

Anónimo disse...

akhandanand financehr susans letters chandighar francisco teaching customize conclusion trafficking celebrations
semelokertes marchimundui