domingo, outubro 07, 2007

Preocupações

A Comunidade Internacional está a prepara-se para uma reunião sobre o processo de paz no Médio Oriente, as partes ainda não conseguiram chegar a acordo sobre quase nada, a situação em Gaza vai de mal a pior, continuam a cair rockets em Israel e agora nem são Qassams já são mesmo Katyushas (sim, há diferenças), o Irão está quase a alcançar armamento nuclear, os monges da Birmânia estão a ser assassinados, a Terra continua a aquecer, o dólar norte-americano está cada vez mais baixo, a Polónia ameaça chumbar mais um Tratado Europeu, o Putin está colado ao poder com super-cola, uma aldeia sudanesa foi completamente arrasada, o Iraque e o Afeganistão estão o caos, o Paquistão - potência nuclear - está mais instável do que nunca, o meu contrato acaba daqui a três meses e eu não sei o que vou fazer a seguir.
Mas isto interessa a alguém? Claro que não! Porque as minhas grandes preocupações este fim-de-semana têm sido "O que será que ele quis dizer com aquilo?" e "Bolas, não devia ter dito as coisas daquela forma. Acho que ele percebeu mal a coisa!"
E digo eu que me ando a fazer ao Nobel. Vou no bom caminho, vou...

2 comentários:

Thomaz Napoleão disse...

Então venha trabalhar na Russia, rapariga! Aqui o clima de otimismo é geral e as temperaturas são 20 graus mais baixas que em Israel. Novidades e surpresas nunca faltam, e elas geralmente são positivas, desde que você não se oponha aos powers that be!

De quebra, encontre eslavos interessantes e diga adeus à monotonia. Pode dizer o que quiser - eles sempre se esquecem no dia seguinte!

René disse...

Claro quer não, logicamente...